Vereador Márcio Joias - Foto: Divulgação/ Câmara de Juazeiro do Norte
Vereador Márcio Joias - Foto: Divulgação/ Câmara de Juazeiro do Norte

Alvo dos mandados de busca e apreensão realizados pela Operação Aurantium, nesta quarta-feira (20.abr.2022), o vereador Márcio Joias (UB) foi afastado do cargo, por 180 dias, após determinação do Poder Judiciário. Segundo as investigações, ele é suspeito de integrar, desde 2019, uma organização acusada de fraude a licitações, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica, em Juazeiro do Norte.

Na decisão, proferida por um juiz da Vara de Delito de Organizações Criminosas, de Fortaleza, fica determinado que o parlamentar não tenha acesso às dependências da Câmara Municipal, a partir desta quarta-feira (20).

Márcio Joias é o quarto vereador afastado pela Justiça na atual legislatura da Câmara de Juazeiro do Norte. Em novembro do ano passado, o então presidente Darlan Lobo (PTB), e os vereadores Beto Primo (PSDB) e Capitão Vieira Neto (PTB) foram afastados, por 180 dias, quando foram alvos da Operação Públio Vatínio.