Prefeito Glêdson Bezerra e comentários de seguidores no Instagram - Foto/montagem: Reprodução
Prefeito Glêdson Bezerra e comentários de seguidores no Instagram - Foto/montagem: Reprodução

No ápice da queda de braço entre Prefeitura de Juazeiro do Norte e sindicato dos servidores municipais, secretários e servidores comissionados formaram uma espécie de mutirão em apoio aos posicionamentos do prefeito Glêdson Bezerra (Podemos) nas redes sociais. A tropa de choque digital do prefeito juazeirense tem inflamado ainda mais as discussões em torno da greve dos servidores públicos municipais da saúde.

“Corretíssimo, prefeito”, escreveu um servidor comissionado em publicação recente de Glêdson Bezerra sobre reivindicações do sindicato. “Transparência e muito zelo com a gestão pública”, elogiou o ouvidor e controlador do Município, Fernando Torres. “Absurdo”, escreveu o diretor do Departamento Municipal de Trânsito, Ednaldo Moura, na mesma publicação.

Em nota de repúdio divulgada no último domingo (9.jan.2022), o Sindicato dos Servidores Municipais de Juazeiro do Norte (Sisemjun) afirmou que a “prefeitura tem 541 cargos comissionados e 20 Agentes políticos para assessorar e bajular o prefeito em eventos e nas redes sociais”.

Nas redes, Glêdson demonstrou incômodo com o verbo ‘bajular’ e chegou a rebater o comentário um seguidor que reproduziu o termo. “Quanto aos comentários dos simpatizantes/bajuladores, é um direito de vocês”, escreveu o seguidor. “Não acho elegante você chamar as pessoas de bajuladores, sinceramente”, respondeu o prefeito.



| Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Siga-nos no FACEBOOK e INSTAGRAM!