Cãmara de Vereadores de Barbalha - Foto: Reprodução
Câmara de Vereadores de Barbalha - Foto: Reprodução

Em sessão tumultuada, a Câmara Municipal de Barbalha aprovou nesta quinta-feira (9.dez.2021), em 1º turno, projeto de emenda à Lei Orgânica do Município que desobriga o regime celetista e abre caminho para implantação do modelo estatutário no funcionalismo público municipal. Onze parlamentares se posicionaram favoráveis, quatro contrários e duas abstenções. A proposta ainda será votada em 2º turno.

Colocado em discussão, o projeto provocou embates acalorados entre oposição e a base do prefeito Dr. Guilherme Saraiva (PDT). Tárcio Honorato (Podemos) ironizou a bancada do PT e PDT. Ele disse que os partidos têm em sua siglas, respectivamente, as palavras ‘trabalhadores’ e ‘trabalhista’, mas votam contra os trabalhadores. As declarações causaram incômodo a Dorivan Amaro (PT), que rebateu o colega o chamando de ‘bolsonarista’. (assista abaixo)



A oposição, liderada por Honorato e Rildo Teles (PSDB), ainda tentou impedir a votação da matéria. Ambos alegavam que o projeto não passou por uma comissão especial, descumprindo o trâmite regimental. Mesmo sob ameaça da oposição de levar o caso ao Ministério Público, o presidente Odair de Matos (PT) colocou a matéria em votação. O resultado foi anunciado sob vaias e coros de ‘vergonha’.



| Fique por dentro das principais notícias do dia! Siga-nos no FACEBOOK e INSTAGRAM!