Vereador Capitão Vieira Neto - Foto: Josimar Segundo/ CMJN
Vereador Capitão Vieira Neto - Foto: Josimar Segundo/ CMJN

Capitão Vieira Neto (PTB) se manifestou nesta sexta-feira (19.nov.2021) sobre a decisão judicial que o afastou por 180 dias do cargo de vereador de Juazeiro do Norte. Vieira Neto, Darlan Lobo (PTB) e Beto Primo (PSDB) foram alvos da Operação “Públio Vatínio”, desencadeada pela Polícia Civil com o objetivo de desarticular a exploração de jogos de azar e fraudes em licitações no Cariri e Centro-Sul.

Em entrevista à rádio Tempo FM, Vieira Neto esclareceu há pouco que seu nome não consta no inquérito que investiga fraudes em licitações, mas que é citado apenas em suposta operação no chamado jogo do bicho. O parlamentar afirmou ainda que não foi conduzido à delegacia, desmentiu que seja obrigado a usar tornozeleira eletrônica e disse que provará sua inocência.

“Não tenho participação nenhuma com relação à fraude à licitação, desvio de dinheiro público ou por qualquer coisa de que eu possa ter me completado com dinheiro público. Está dentro do inquérito, dentro da decisão do juiz, não tem nada com isso. A única coisa que tem lá é uma suposta participação minha no jogo do bicho e que nós, dentro do processo, iremos provar que não somos donos de banca de jogo”, afirmou o parlamentar.

Clique aqui para conferir todas as matérias relacionadas à Operação Públio Vatínio.

|
 Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Siga-nos no FACEBOOK e INSTAGRAM!