Juazeiro: Secretário ressuscita polêmica do “auxílio emergencial” e acaba caindo em contradição

Secretário de Finanças, Paulo André de Lima - Foto: Divulgação/ Prefeitura de Juazeiro do Norte
Secretário de Finanças, Paulo André de Lima - Foto: Divulgação/ Prefeitura de Juazeiro do Norte

Convocado à Câmara Municipal, o secretário de Finanças de Juazeiro do Norte, Paulo André de Lima, ressuscitou nesta terça-feira (23.nov.2021) a polêmica que envolvera seu nome em fevereiro deste ano, quando assumira ter recebido parcelas do Auxílio Emergencial.

Embora o assunto não tenha sido levantado por parlamentares, Paulo André tomou a iniciativa para afirmar que “cumpria todos os pré-requisitos” para receber o benefício. “Já apresentei para a Receita Federal, para o Ministério Público Federal, para o Ministério da Cidadania e não tive nenhuma acusação”, justificou.

O secretário, no entanto, caiu em contradição ao afirmar, minutos depois, que possui imóveis avaliados em R$ 10 milhões. “O dinheiro é meu, foi o meu trabalho, foi o meu suor”. Em 2020, o Ministério da Cidadania cancelou parcelas de auxílio emergencial para candidatos que declararam patrimônio bem inferior (R$ 300 mil).

ASSISTA AO MOMENTO:



| Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Siga-nos no FACEBOOK e INSTAGRAM!


Postar um comentário

0 Comentários