Vereadores Fábio do Gás e Ivanildo Rosendo - Fotos: Josimar Segundo/ Câmara de Juazeiro do Norte
Vereadores Fábio do Gás e Ivanildo Rosendo - Fotos: Josimar Segundo/ Câmara de Juazeiro do Norte

Nos mesmos moldes de um reality show, a Câmara de Juazeiro do Norte fez uma espécie de paredão para definir quem ficaria com o cargo provisório de secretário na Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final (LJRF), também chamada de CCJ.

No páreo, Fábio do Gás (Rede) e Ivanildo Rosendo (DC) que disputaram voto a voto a indicação para a vaga deixada por Beto Primo (PSDB), afastado do cargo de vereança por 180 dias por decisão judicial. No placar final, 9 a 7 para Ivanildo.

Derrotado, Fábio lamentou por várias vezes o fato de não integrar nenhuma comissão e pediu a anulação da sessão apontando infrações ao Regimento Interno. O parlamentar sustentava que a sessão ordinária foi iniciada sem quórum e após às 15h15 (horário limite para dar início aos trabalhos).

Márcio Joias (PTB) e Rafael Cearense (Podemos) acompanharam Fábio na tentativa de invalidar a sessão. A ofensiva resultou em um desentendimento entre Rafael e o procurador da Câmara, Erivaldo Oliveira, e num bate-boca acalorado entre Márcio Joias e o presidente interino William Bazílio (PMN).

| LEIA TAMBÉM: Sessão na Câmara de Juazeiro do Norte termina em bate-boca entre presidente e vereador

| Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Siga-nos no FACEBOOK e INSTAGRAM!