Comandante da GCM de Juazeiro do Norte é acusado de assédio moral: “Rude e agressivo”

GCM Cícero Damião Granjeiro
GCM Cícero Damião Granjeiro acusou o comandante Josimar Correia de assédio moral- Foto: Reprodução/ YouTube

O diretor regional do Sindicato dos Agentes Municipais de Segurança Pública do Ceará (Sindguardas), GCM Cícero Damião Granjeiro, usou a Tribuna da Câmara Municipal nesta quinta-feira (11.nov.2021) para denunciar casos de assédio moral supostamente praticados pelo comandante da Guarda Civil Metropolitana de Juazeiro do Norte, Josimar Correia.

“Os guardas municipais estão sem equipamento, sem uniformes, sem condições nenhuma de trabalho, e o pior de tudo isso é o assédio moral que vivenciamos diariamente pelo comandante da Guarda Municipal. [...] Ele não fala com os guardas, ele intimida”, denunciou.

LEIA TAMBÉM: Secretário é acusado de perseguir servidores da Secretaria de Finanças de Juazeiro do Norte

Aos vereadores, o GCM afirmou que ‘inúmeros fatos estão deixando os guardas apreensivos’ e disse que os GCMs temem ir ao quartel por conta, segundo ele, da conduta autoritária de Josimar. “Na hora que entram no quartel, o comandante quer indagar por que o guarda tá lá, o que tá fazendo, é extremamente rude, de certa forma até agressivo, estamos temendo que algumas situações acabem em vias de fato ou até pior”.

Granjeiro disse ainda que o secretário municipal de Segurança Pública, Doriam Lucena, tem ciência das denúncias contra o comandante, mas ‘não tomou nenhuma providência’. “O comandante faz questão de bater no peito e dizer que é ele quem manda. E não teme nenhuma ação porque ele protegido por outros que tem o poder dentro do Município”.

O vereador Janú (Republicanos), que é militar, aconselhou o comandante a mudar de comportamento ou, caso contrário, deveria sair e ‘dar a vaga para quem realmente quer comandar’.



| Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Siga-nos no FACEBOOK e INSTAGRAM!

Postar um comentário

0 Comentários