Prefeito de Baixio contrata aliados para cargos de concursados afastados por liminar

Município de Baixio, no Cariri - Foto: Reprodução
Município de Baixio, no Cariri - Foto: Reprodução

Sem trabalhar desde julho, 41 concursados de Baixio, no Cariri, tentam retornar aos seus cargos. Os desligamentos são resultado de uma Ação Civil Pública acatada pelo Poder Judiciário, que determinou a suspensão do concurso público e o afastamento liminar dos nomeados. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (13.out.2021) pelo blog Papo Reto Cariri. O Ministério Público do Ceará (MPCE) aponta irregularidades no certame realizado em 2019.

Conforme revelou a reportagem, os servidores afastados contestam a medida junto ao prefeito Zé Humberto (PDT) e enviaram requerimento pedindo informações sobre o retorno aos postos de trabalho, mas obtiveram resposta negativa. A Prefeitura alega, diz a publicação, não necessitar dos serviços dos concursados, mas contratou para os cargos vacantes servidores aliados do prefeito.

Os afastamentos têm comprometido serviços básicos, principalmente na área da saúde. Isso porque, entre os atingidos pela medida, estão médicos, enfermeiros, psicólogos e até o único coveiro do município.

|
 Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.


Postar um comentário

0 Comentários