Giovanni e Pedro Lobo barrados na Grendene

“Na solenidade de assinatura da Carta de Intenção com a empresa calçadista Grendene, alguns políticos ligados a Camilo foram barrados”, diz o jornalista Donizete Arruda, em sua coluna no Jornal do Cariri, edição desta terça-feira (5.out.2021).

Na quinta-feira (30.out), Camilo e o cofundador da empresa, Pedro Grendene, anunciaram a expansão da fábrica no Crato. Como cerimonial não era organizado pelo Governo do Estado, aliados do governador acabaram impedidos de entrar.

Entre os barrados, segundo Donizete, o vereador Pedro Lobo (PT) e o vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Giovanni Sampaio (PSD). “Giovanni entrou, mas Pedro Lobo assistiu de fora”.  

| Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.

Postar um comentário

0 Comentários