Deputado federal Capitão Wagner - Foto: Reprodução/ Facebook
Deputado federal Capitão Wagner - Foto: Reprodução/ Facebook

Questionado por bolsonaristas sobre a iminente aliança com o ex-senador Eunício Oliveira (MDB), o pré-candidato ao Governo do Ceará, o deputado federal Capitão Wagner (PROS), comparou o emedebista aos filisteus, povo gentio – não cristão – citado na Bíblia como opositor aos israelitas. À correligionários e líderes religiosos, Wagner disse que a ilustração foi extraída de uma conversa que teve com um pastor, e usada para justificar a formação de uma frente ampla contra o grupo político de Ciro e Cid Gomes.

“Algumas pessoas estavam me questionando, principalmente o pessoal que é mais vinculado a grupos de Direita: ‘Ah, mas o Capitão recebendo apoio do Eunício!?’ Aí eu fui para o culto domingo passado. Antes de entrar, o pastor chegou pra mim e disse: ‘Capitão, interessante, né? O rei Davi, num dado momento da vida dele teve que fazer acordo com os filisteus para poder sobreviver, para ter sucesso e para ter a vitória”
, reproduziu Wagner na quinta-feira (14.out.2021).

“Nesse momento, todos que forem contra os Ferreira Gomes tem que estar unidos pra gente vencer essa eleição. Quem quiser vir para cá, a gente vai receber. Eu não vou fazer acordo escuso, não vou fazer acordo que não seja republicano, mas para vencer esse povo a gente vai ter que juntar”, acrescentou o pré-candidato durante agenda política em Assaré, no Cariri.




| Acompanhe o EmOFF no FacebookInstagramTwitterGoogle News e WhatsApp.