Ipece: Indicadores são herança da gestão Arnon Bezerra, diz Wilson Melo

O ouvidor de controlador do Município de Juazeiro do Norte, Wilson Melo - Foto: Josimar Segundo/ CMJN
O ouvidor de controlador do Município de Juazeiro do Norte, Wilson Melo - Foto: Josimar Segundo/ CMJN

‘Herança deixada pela gestão passada’. É como classificou o ouvidor geral do Município de Juazeiro do Norte, Wilson Melo, em referência aos baixos indicadores em gestão pública no Índice Comparativo de Gestão Municipal (ICGM/2019), levantamento realizado pelo Ipece (Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará).

O índice ranqueia os municípios que podem ser tidos como melhores exemplos de gestão pública, abordando quatro dimensões: planejamento, recursos financeiros, serviços e transparência. No G-9, grupo de municípios cearenses com mais de 100 mil habitantes, Juazeiro do Norte ocupa a última colocação.

“Herança deixada pela ‘gestão’ Arnon Bezerra, que será transformada nos 4 anos da gestão Gledson Bezerra”, assegura Wilson Melo, ao compartilhar uma publicação do secretário municipal de Finanças, Paulo André de Lima, que lamenta os indicadores e promete correr atrás do prejuízo: “A gestão tem a tarefa de tirar o município desta lastimável colocação”.



| Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.


Postar um comentário

0 Comentários