André Figueiredo e candidatos do PDT em Missão Velha - Foto: Reprodução
Eleição em Missão Velha coloca líderes do PDT em lados opostos - Foto: Reprodução
Embora ocupem posições de lideranças dentro do PDT cearense, os deputados André Figueiredo e Guilherme Landim se posicionaram em lados opostos na eleição suplementar de Missão Velha. O novo pleito está agendado para o dia 1º de agosto.

Líder do PDT na Assembleia Legislativa, Landim manifestou apoio à candidatura situacionista. Na segunda-feira (28.jun.2021), ele participou da convenção virtual que oficializou as candidaturas de Fitinha (PT) e Tião Fechine (MDB).

“Missão Velha pode sempre contar com o nosso empenho para lutar pelo melhor para as pessoas. Estamos juntos”, escreveu o deputado numa rede social.



Com o movimento, ele prioriza acordos políticos em detrimento de ideologias partidárias. Isso porque o candidato da aposição é um correligionário de Landim. O candidato a vice, também. Mas o apoio do deputado foi para os adversários locais de seu próprio partido.

Na contramão de Landim, o presidente estadual do PDT, deputado André Figueiredo (PDT), não hesitou em fortalecer a ‘chapa pura’ pedetista formada por Dr. Lorim e Antonio Rodrigues Roberto.

“Estivemos em Missão Velha para fortalecer a esperança da mudança”, escreveu Figueiredo na legenda de uma foto ao lado de Lorim.



LEIA TAMBÉM: 
Fitinha e Tião vão medir forças com Dr. Lorim, em Missão Velha
Em convenção, Lorim diz que gestão interina esconde imunizantes e aplica “vacina por cara”