Yanny denuncia que Prefeitura paga coleta de lixo por peso, mas “nunca foi pesada nenhuma grama”

A vereadora Yanny Brena - Foto: Josimar Segundo/ CMJN
A vereadora Yanny Brena - Foto: Josimar Segundo/ CMJN
A vereadora Yanny Brena (PL) denunciou que há irregularidades na prestação de contas da empresa MXM, responsável pela capinação e coleta de resíduos sólidos em Juazeiro do Norte. Conforme relatório a apresentado pela parlamentar, a empresa tem recebido pagamentos por tonelada de lixo coletado, mas o material não é pesado antes de ser despejado no aterro do Município.

LEIA TAMBÉM: 
| Semasp contesta Yanny: “Não existe nenhuma irregularidade”
| CPI ‘fura-fila’ pede afastamento da secretária de Saúde de Juazeiro do Norte

Na sessão desta terça-feira (15.jun2021), a vereadora exibiu um vídeo em que constata, in loco, que os caminhões compactadores com o material coletado não passa pela balança instalada no aterro. O equipamento, segundo ela, está com defeito. “Como a Prefeitura pagou, de janeiro até agora, mais de R$ 13,6 milhões a empresa por tonelada, se nunca foi pesada nenhuma grama?”, questionou.

“É uma vergonha o executivo pagar esse valor a uma empresa que realiza a coleta de forma irregular. Inclusive, quando o atual prefeito era vereador, ele criticava o contrato da empresa, alegando que se tratava do lixo mais caro do Brasil e agora como gestor, está pagando o lixo mais caro do Brasil”, critica a parlamentar.

ASSISTA:




| Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.



Postar um comentário

0 Comentários