A 16 meses das eleições, vereadores e deputados estaduais e federais tornaram comum as chamadas ‘emendas-dobradinha’ como artifício de mostrar serviço ao eleitorado. Nessa prática, dois ou três agentes políticos dividem a ‘paternidade’ dos recursos destinados a municípios. Assim, todos saem na foto: o parlamentar que pediu, o que atendeu e o prefeito que aplicará o recurso.

| Acompanhe o EmOFF no FacebookInstagramTwitterGoogle News e WhatsApp.

No Cariri, vereadores que vislumbram candidaturas em 2022 firmaram esse tipo parceria com deputados estaduais e federais. Júnior Mano (PL) destinou mais de R$ 4 milhões a Juazeiro do Norte, atendendo solicitação da vereadora Yanny (PL). Guilherme Landim (PDT) assegurou R$ 100 mil para a Secretaria de Saúde do Município, a pedido do vereador Fábio Matos (Rede).

Para o Crato, o deputado estadual Rafael Branco (MDB) fechou dobradinha com Célio Studart, deputado federal pelo Partido Verde. Defensor da causa animal, Studart garantiu R$ 300 mil para a construção da UPA de Animais. Autor do pedido, Branco pegou carona e, assim como demais, usa os números para alavancar o capital político na região.



 | Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.