A vereadora Yanny Brena - Foto: Divulgação/ CMJN
A vereadora Yanny Brena - Foto: Divulgação/ CMJN
A vereadora Yanny (PL) pediu ao prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), mais diálogo com os profissionais de enfermagem e psicologia, que reivindicam a aplicação da jornada de trabalho de 30 horas, aprovada por unanimidade na Câmara de Vereadores.

“O prefeito precisa adotar o diálogo, deixar de lado o discurso de vítima e procurar tolerância e respeito para ouvir a todos, esquecer os debates na Justiça e governar, afinal, a população de Juazeiro elegeu um novo prefeito para que ele trabalhe dia e noite pela cidade”, disse a parlamentar na sessão desta quinta-feira (13.mai.2021).

“Não custa nada ouvir os profissionais, os enfermeiros, os psicólogos, os técnicos de enfermagem, os auxiliares de enfermagem e os vigias. Ao conversar com os profissionais o senhor descobrirá os desafios que eles precisam enfrentar diariamente. E mais: irá identificar as demandas da saúde de Juazeiro”, completou.

Em meio aos protestos de enfermeiros, psicólogos e vigias, Glêdson viajou a Brasília na quarta-feira (12), mesmo dia em que esses profissionais realizaram protestos em frente à Prefeitura de Juazeiro do Norte. Longe da tensão, ele se encontrou com o ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), e visitou o gabinete da deputada e correligionária Renata Abreu (Podemos), na Câmara dos Deputados.

LEIA TAMBÉM:
Glêdson vai a Brasília em meio a protestos em Juazeiro do Norte
Glêdson foi a Brasília “pedir socorro para não ser cassado”, diz vereador
Glêdson poderia adotar ‘presidencialismo de coalização’ para fortalecer base, avalia cientista político

| Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.

Assista ao pronunciamento da vereadora Yanny: