Girão propõe criação de fundo de recursos não gastos com cotas parlamentares

Senador Eduardo Girão
Senador Eduardo Girão - Foto: Divulgação
O senador Eduardo Girão (Podemos) propôs no Congresso Nacional o projeto de lei (PL 225/20) que visa reverter os valores não gastos com cota parlamentar a outros fins. Em 20 anos, somente a Câmara dos Deputados gastou R$ 6,4 bilhões em cota parlamentar, segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo.

Na contramão disso, Girão economizou – somente em 2020 – mais de R$ 1,8 milhão da cota parlamentar. A prática já é adotada pelo senador desde o início do seu mandato no Senado. Ele também abdicou da aposentadoria especial, auxílio moradia, plano de saúde vitalício e carro oficial. Além disso, optou por compor uma equipe mais enxuta, diminuindo os gastos com contratação de assessores em seu gabinete.

Com este PL, o senador cearense pretende incentivar outros parlamentares a adotarem a medida. “Que outros parlamentares revisem suas ações e o impacto positivo que esse tipo de economia gera para o Brasil. O valor considerável poderia ser aplicado em áreas importantes como saúde, educação’’, disse.

LEIA TAMBÉM:
Glêdson almoça com 10 vereadores em gesto de aproximação com Legislativo
Darlan vai a Fortaleza receber contas de Dr. Santana e Raimundão

Após almoço com prefeito, vereadores obstruem sessão da Câmara de Juazeiro do Norte

| Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.


Postar um comentário

0 Comentários