Ciro Gomes e Eunício Oliveira
Ciro Gomes e Eunício Oliveira - Foto: Reprodução
O presidenciável Ciro Gomes (PDT) foi condenado a pagar R$ 100 mil de indenização por dano moral ao ex-senador Eunício Oliveira (MDB). Na sentença, o juiz Gerardo Magelo Facundo Junior, da 15ª Vara Cível, sentenciou Ciro por afirmar que Eunício seria "o corrupto que queria comprar o governo do Ceará” e “o maior corrupto da história moderna do Ceará".

“Eventuais críticas à atuação profissional do autor [Eunício] são legítimas, porém devem ser realizadas com moderação, sendo absolutamente reprováveis ofensas de ordem pessoal como as realizadas pelo réu [Ciro]. Os insultos proferidos pelo réu desbordam o razoável, pois os adjetivos utilizados possuem o nítido intuído de denegrir a imagem do autor e ofender a sua honra”, justifica o magistrado.

A decisão ainda cabe recurso. Além dos R$ 100 mil de indenização, Ciro ainda deverá arcar com o pagamento das custas processuais e honorários da defesa de Eunício (10% do total da condenação).

VIU ISSO?
• Camilo defende Ciro e manda indireta a Bolsonaro
• Lula quer Eunício candidato ao governo do Ceará, diz revista
• Eunício ataca Ciro: “lixo, entulho da ditadura”

| Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.