O vereador Capitão Vieira Neto
O vereador Capitão Vieira Neto (Foto: Reprodução/ Youtube)
O vereador Capitão Vieira Neto (PTB) afirmou que a Prefeitura de Juazeiro do Norte foi incoerente ao demitir 33 gestantes que estavam sob contratos temporários. Na sessão desta terça-feira (13.abr.2021), o parlamentar argumentou que as demissões são irregulares e questionou por que o município mantém, segundo ele, em torno de 2 mil contratos temporários.

Em 1º de abril, a Prefeitura apresentou uma recomendação do Ministério Público (MP) como justificativa para demitir as gestantes. Conforme o pedido do MP, o município não deve ter funcionários contratos enquanto houver concursados aguardando convocação. “A Prefeitura foi advertida e orientada que não seria possível continuar com estes contratos temporários, mesmo em situação gestacional”, informou a gestão em nota.

Vieira Neto considera que a gestão foi seletiva ao aplicar a recomendação. Isso porque, segundo ele, várias secretarias do município têm servidores temporários que ocupam vagas de concursados não convocados. “Eu queria entender como é que o prefeito [Glêdson Bezerra] pede para dizer que demitiu essas gestantes porque estava cumprindo uma recomendação do Ministério Público, mas o município tem algo em torno de quase 2 mil contratos?”, questionou o vereador.