Girão diz que ‘vírus da impunidade’ é disseminado no STF

Senador Eduardo Girão
Senador Eduardo Girão (Foto: Reprodução/ Facebook)
Após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir pela manutenção da anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) impostas pela Justiça Federal do Paraná, o senador Eduardo Girão (Podemos) afirmou que na Suprema Corte circula o 'vírus da impunidade’.

“De novo, o Brasil sofre com o vírus da impunidade, disseminado lá no STF”, escreveu o parlamentar no Twitter. Lula é citado por Girão como ‘ex-pres’ – deixando no ar a dúvida se o definiu como ex-presidente ou ex-presidiário.

“O ex-pres. Lula foi inocentado sem provar inocência. Sai pela porta dos fundos do tribunal, graças a uma manobra jurídica. O preto da toga nunca representou tão bem o sentimento dos brasileiros: luto”, completou o senador.


Postar um comentário

0 Comentários