Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro - Foto: José Dias/ PR
Sem um apoiador de peso no Cariri, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) planeja nova visita à região, ainda neste primeiro semestre de 2020. É o que publicou o jornalista Donizete Arruda, na coluna Rebate, da edição desta semana do Jornal do Cariri.

O Ceará entrou no radar do presidente após Ciro Gomes (PDT) e Tasso Jereissati (PSDB) figurarem com mais força como pré-candidatos ao Palácio do Planalto. O senador cearense, inclusive, já aparece em pesquisas de intenção de voto e desponta como o principal nome do PSDB para vencer as prévias do partido.

| Acompanhe o EmOFF no FacebookInstagramTwitter e Pinterest

Para a complexa tarefa de preparar o terreno para 2022 no Estado, Bolsonaro tem o apoio de lideranças locais como o deputado federal Capitão Wagner (Pros) e o prefeito de Maracanaú Roberto Pessoa (PSDB), com quem tinha reunião agendada para a próxima quinta-feira (29.abr.2021), mas adiada pelo Planalto.

Wagner e Pessoa têm fortalecido bases oposicionistas ao governo Camilo Santana no Cariri. O tucano, por exemplo, deve ungir a dobradinha Argemiro Sampaio e Fernanda Pessoa nas disputas para a Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados, respectivamente.

VIU ISSO?
| 
Tasso aparece pela primeira vez em pesquisa para 2022; veja números
Ciro rasga elogios a Tasso e põe em xeque apoio à candidatura de Camilo ao Senado
Tasso é convidado para disputar Planalto; autor do convite diz que movimento pode atrair Ciro Gomes

| Receba as últimas do EmOFF direto no seu WhatsApp! Peça a inclusão do seu número em nossa lista de transmissão.