Youtuber preso por extorsão afirmou ter recebido R$ 20 mil para protocolar pedido de cassação contra Glêdson, relata vereador

O youtuber João Paulo Ramos (Foto: Reprodução)
Em entrevistas à emissoras de rádio na manhã desta terça-feira (2.mar.2021), o vereador Márcio Joias (PTB) disse que o youtuber João Paulo Ramos revelou ter recebido R$ 20 mil para ingressar com um pedido de cassação contra o prefeito Glêdson Bezerra (Podemos). O blogueiro foi preso em flagrante por crime de extorsão na última segunda-feira (2.mar), após exigir R$ 7 mil para interromper uma série de críticas contra o parlamentar.

“Tá tudo registrado. Tem áudios dele dizendo que recebeu R$ 20 mil para dar entrada no processo contra o prefeito Gledson e se caso o prefeito for afastado ele ganharia R$ 200 mil. Tá nítidas as ameaças e as extorsões”, relatou o parlamentar.

A denúncia formulada por João Paulo contra Glêdson foi acatada pela Câmara Municipal em fevereiro passado. Nela, o denunciante aponta irregularidades na seleção de gestores escolares. Até a última segunda-feira uma comissão processante apurava as denúncias de João Paulo. Os trabalhos, no entanto, foram suspensos após intervenção da Justiça, que encontrou irregularidades no andamento do processo.

O youtuber, por sua vez, nega as acusações e afirma que caiu numa armadilha. Disse ainda que o dinheiro encontrado em sua posse é fruto de publicidade para o canal no YouTube "O Mito da Denúncia".

Postar um comentário

0 Comentários