Raimundão e mais 4 são condenados por desvio de merenda escolar e lavagem de dinheiro

Raimundo Macedo, o Raimundão
Segundo o MP, esquema criminoso causou prejuízo superior a R$ 527 mil na educação (Foto: Reprodução/ Facebook)
O ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo (MDB), foi condenado a 11 anos e 5 meses de prisão em ação penal movida pelo Ministério Público e julgada pela Justiça Federal (JF). O filho de Raimundão, Mauro Macedo, e outras três pessoas também foram condenados. O processo é relacionado a crimes de desvios de recursos da merenda escolar e lavagem de dinheiro.

Conforme a sentença, Raimundão cometeu os crimes de responsabilidade e de lavagem de dinheiro. Ele cumprirá a detenção em regime inicialmente fechado e deve pagar multa de 98 salários mínimos, tendo como referência o valor em vigor em 2013. Mauro Macedo, por sua vez, foi condenado a 13 anos e 5 meses de prisão e ao pagamento de 243 salários mínimos como multa. 

Outras três pessoas também foram condenadas pelo envolvimento no esquema gerou um rombo superior a R$ 527 mil aos cofres da Prefeitura de Juazeiro do Norte. Heghbertho Gomes Costa, Jarbas Landim Cruz e Cícero Hélio Inácio de Sales receberam penas que variam de 7 a 13 anos de prisão, além de pagamento de multa. Os cinco condenados deverão ressarcir aos cofres públicos todo o dinheiro desviado.

As investigações sobre o esquema fraudulento começaram ainda em 2013. Em 2018, após vasta investigação, o MPF apresentou denúncia contra os envolvidos no esquema. Por se tratar de decisão da primeira instância da Justiça Federal, as partes ainda podem recorrer da sentença.

LEIA TAMBÉM:
• Vereador em Crato faz uso da palavra ao volante e é advertido pela presidência

• Deputado destina R$ 100 mil a Juazeiro e defende criação de hospital veterinário
• Camilo defende Ciro e manda indireta a Bolsonaro


Postar um comentário

0 Comentários