Dr. Santana alega inocência e se diz “envergonhado” após condenação no caso do “Escândalo da EAB”

Dr. Santana (Foto: Reprodução/ Facebook)
O ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Dr. Santana (PT), disse nesta quarta-feira (17.mar.2021) que foi surpreendido com a sentença da Justiça Federal que o condenou a 8 anos e 9 meses de prisão no caso do “Escândalo da EAB”. A decisão – que cabe recurso em instância superior – é do juiz Fabrício Lima Braga, da 16ª Vara Federal de Juazeiro do Norte.

“Chocado, me sentindo muito mal, muito humilhado, muito envergonhado, e muito surpreso porque a Justiça teve acesso às minhas contas. Fui investigado durante 5 anos e, em nenhum momento, encontraram em minhas contas um centavo que não fosse de origem do meu trabalho como médico”, afirmou Santana em entrevista à CBN Cariri.

Santana disse que já recorreu da decisão. Ele alega que a Justiça foi induzida ao erro por parte de adversários políticos durante a sua gestão (2009-2012).

“Eu me sinto vítima de uma grande injustiça. Sempre pautei minha vida pública no combate a corrupção, na ética e na moralidade no trato com a coisa pública, mas durante a nossa gestão nossos adversários tentaram o tempo todo macular a nossa imagem e muitas vezes fazendo as autoridades serem induzidas ao erro”, afirmou.


Postar um comentário

0 Comentários