(Foto: Reprodução)

O vereador Capitão Vieira Neto (PTB) expôs na sessão da Câmara desta quinta-feira (18.fev.2021) o ‘currículo’ da Organização Social Diva Alves do Brasil, entidade convocada para assumir o controle do Hospital São Lucas e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Limoeiro.

No dia 9 de fevereiro, o EmOFF adiantou que essa OS é alvo de investigação no Rio de Janeiro, e foi uma das causas do afastamento do governador Wilson Witzel (PSC), em agosto do ano passado. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o Idab e outras 4 OSs participavam de um esquema que desviou mais de R$ 50 milhões em meio a pandemia do novo coronavírus.

Vieira Neto solicitou o encaminhamento de documentos ao Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e à Polícia Federal. “Por que essa empresa está vindo para Juazeiro?”, questionou o vereador na tribuna da Casa.