Pedro Bezerra justifica voto em Lira: “Sempre me reconheceu como filho do Arnon”

Pedro Bezerra e Arthur Lira (Foto: Reprodução)
Confirmando informações de bastidores, o deputado federal Pedro Bezerra (PTB-CE) confirmou nesta terça-feira (2.fev.2021) que foi um dos 302 parlamentares a votar no deputado Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Câmara dos Deputados. Apadrinhado de Bolsonaro, Lira venceu em primeiro turno Baleia Rossi (MDB-SP) por 302 a 145.

"O partido [PTB] já havia fechado questão no apoio ao Arthur Lira", disse Pedro ao programa Bom Dia Cariri, comandado pelos jornalistas Ronaldo Campos e Roberto Crispim. "Ainda nos primeiros meses de mandato, o Arthur Lira já me chamava pelo nome, sempre me reconheceu como filho do Arnon, e pelas vezes que o procurei pedindo orientações", justificou.

Pedro Bezerra negou que tenha recebido "verba extra" do Governo Federal em troca de apoio ao candidato do Planalto. "O PTB não recebeu recursos, nem ministérios, nem cargos. Não existe interferência, existe articulação. Até agora não houve liberação de recurso nenhum. A gente sempre escuta isso em toda eleição no Congresso. Na prática, isso não acontece", afirmou.

Questionado sobre a interferência do Governo nas eleições na Câmara e no Senado, Pedro disse que o presidente Jair Bolsonaro não tem nenhuma parcela de contribuição na chegada de Lira à presidência da Câmara. "O mérito da eleição do Arthur Lira é dele e não do Jair Bolsonaro. O presidente Bolsonaro pegou carona na competência do agora presidente Arthur Lira", reiterou.


Postar um comentário

0 Comentários