Dr. Aloísio diz que radialista e mãe do prefeito furaram fila de vacinação no Crato

O médico Dr. Aloísio (Foto: Reprodução/ Facebook)
O ex-candidato a prefeito do Crato, Dr. Aloísio (Pros), disse nesta segunda-feira (15.fev.2021) que a prefeitura do Crato está descumprindo a ordem de prioridades na campanha de vacinação contra a covid-19. O médico denunciou supostos casos de fura-filas no município. Ele alega que a mãe do prefeito Zé Ailton Brasil (PT) e um radialista foram imunizados de forma irregular.

Na denúncia apresentada, ele indica que Francisca de Sousa Brasil – mãe do prefeito Zé Ailton – e o radialista Antonio Vicelmo do Nascimento receberam doses da vacina AstraZeneca/Oxford, mesmo sem pertencerem aos grupos prioritários. Isso porque, segundo Dr. Aloísio, eles não estão no grupo de pessoas acima de 75 anos que podem ser vacinas, mas que obrigatoriamente devem estar acamadas.

Essas pessoas infelizmente são fura-filas. Das 910 vacinas, tiveram inúmeros fura-filas, denuncia.

Dr. Aloísio disse ainda que vai acionar o Ministério Público (MP) para obter a lista detalhada com os nomes e idades de todas as pessoas vacinadas. “Vamos mostrar todos os fura-filas da vacina no Crato”, prometeu.

Em nota, a Prefeitura do Crato afirma que tem seguido a recomendação do Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a Covid-19, que repudia qualquer ação de “fura fila” e “reafirma o seu compromisso com os princípios e diretrizes do SUS, reitera a transparência das suas ações”.

Postar um comentário

0 Comentários