O professor de Artes, Eduardo Lopes, passou dois dias em frente à Prefeitura de Juazeiro do Norte para cobrar esclarecimentos sobre a convocação de aprovados no concurso público realizado em meados de 2019. Aprovado para uma das vagas de professor de arte, ele reivindica sua convocação argumentando, além da sua necessidade financeira e profissional, o direito adquirido. Segundo ele, a Prefeitura chamou apenas um dos 40 aprovados.

Na noite desse domingo (14.fev.2021), o prefeito Glêdson Bezerra (Podemos) foi ao local e reafirmou o compromisso de chamar todos os concursados dentro do limite prudencial 54% de comprometimento financeiro com folha de pagamento, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Reafirmo meu compromisso de dialogar com muita transparência. O que queremos é buscar respostas às indagações dos aprovados,” disse.

A resposta foi suficiente para Eduardo e outros 14 aprovados deixaram o local e aguardarem novas convocações. A atual gestão já convocou cerca de 400 concursados e anunciou mais 514 posses para os próximos dias.