Previsto no plano de governo, o porte funcional de arma de fogo para os agentes da Guarda Civil Metropolitana deve ser uma das prioridades da Secretaria de Segurança Pública de Juazeiro do Norte, em 2021. O titular da pasta, Dorian Lucena,  vai a Fortaleza para tratar do assunto junto à Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e à Polícia Federal.

"Já temos uma agenda robusta. Iremos ter tratativas junto à autoridades como o secretário [estadual] de Segurança Pública sobre o porte funcional de arma de fogo para o guarda municipal. A gente entende que é meramente impossível um agente prestar um serviço de segurança pública sem ter, sequer, a condição se defender", disse Lucena em entrevista à Tempo FM nesta terça-feira (5.jan.2021).

Embora seja a favor da liberação, Dorian Lucena trata a questão com cautela. "Deve ser visto com muito cuidado e responsabilidade. Havia um projeto em curso. Nós estamos colhendo as informações e adaptando à realidade da guarda para que, de maneira progressiva, capacitarmos nossos agentes e, mais a frente, eles tenham a condição de portar uma arma em seu trabalho e prestar um serviço de qualidade", afirmou o secretário.