Mulheres serão maioria nas urnas do Cariri


A maioria do eleitorado na Região Metropolitana do Cariri é feminina em todos os nove municípios que compõem o conglomerado. O cenário é semelhante em todas as regiões do Brasil e tem proporção maior no Nordeste: 52,8% são mulheres. No Cariri, as eleitoras também serão maioria nas urnas nas eleições de outubro.

Elas compreendem um contingente de 54,05% do total de pessoas que estão aptas a votar e formam número 8,1% maior que o total de homens que irão às urnas. Ao todo, o eleitorado dos nove municípios que compõem a Região Metropolitana do Cariri cresceu 6,12% desde as eleições municipais de 2016. O crescimento é natural, na visão dos representantes de cartórios eleitorais, dado a elevação populacional dos municípios – Juazeiro, em especial.

Mas, se as eleitoras serão maioria, as candidatas ainda integram uma pequena parcela da classe política. Nas próximas eleições, apenas três mulheres com base no Crajubar pleiteiam uma vaga como deputada estadual ou federal. “Eu não me sinto representada. São poucos os lugares de assembleias e congressos que têm mulheres negras, por exemplo”, afirma Maria Eliana de Lima, integrante do Movimento de Mulheres do Crato.

Leia a matéria completa publicada na edição do Jornal do Cariri desta semana, clicando aqui.