Foto: Lielson Landim - Arquivo pessoal

Em entrevista ao Pauta 7, o prefeito de Milagres, Lielson Landim, anunciou ter conseguido R$ 16,8 milhões para obras de saneamento no município. Os recursos são provenientes da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). As obras serão gerenciadas pela Cagece e tem prazos de seis meses para começar e dois anos de conclusão.

“Com essa obra, vamos abranger em torno de 70% da sede do município. Ela faz parte do projeto de saneamento básico de todos os municípios que vão ser abrangidos pela Integração do São Francisco e é por isso que Milagres foi contemplada, por ser um dos afluentes do rio”, afirma Lielson.

De acordo com o prefeito, para atender todas as localidades do municípios, serão necessários mais R$ 12 milhões. “Estamos interagindo com a Funasa para conseguir o restante dos recursos, porque, para universalizar o saneamento do município é preciso investir algo em torno de R$ 28 milhões. Com os R$ 16 milhões a gente cobre em torno de 70%”, explica.

O projeto completo tem duas estações elevatórias e uma estação de tratamento de esgoto. Depois de tratada, a água será lançada no Riacho dos Poços, um afluente do Rio São Francisco em Milagres. As obras vão começar em localidades periféricas, que são prioritárias, como os bairros Francisca do Socorro, Frei Damião e Casa Própria.